Que combinações posso fazer quando me apetece algo doce ao pequeno-almoço?

O pequeno-almoço é considerado a refeição mais importante do dia. Quando fazemos esta refeição de forma adequada e equilibrada conseguimos uma maior sensação de saciedade ao longo do dia, o que nos permite ter uma alimentação mais saudável.

De acordo com as recomendações atuais da Organização Mundial de Saúde, o pequeno-almoço deve contribuir com 20 a 25% do valor calórico total que ingerimos num dia o que se situa entre as 300 e as 600Kcal, aproximadamente. Deste valor, 55 a 75% deverão ser hidratos de carbono, 10 a 15% proteínas e 15 a 30% lípidos, incluindo assim lacticínios, cereais e derivados e fruta.

Quando apetece algo doce ao pequeno-almoço, devem privilegiar-se os hidratos de carbono de absorção lenta, como é o caso dos cereais integrais e da fruta, e evitar os alimentos fonte de hidratos de carbono simples (alimentos açucarados), como bolos, bolachas, compotas, etc. A fruta pode ser adicionada na forma fresca (banana, maçã, uva) ou na forma desidratada (sultanas, figos, ameixas).

Há imensas combinações possíveis de adicionar fruta ao pequeno-almoço e torná-lo mais docinho e saboroso. A banana, por exemplo, é muito utilizada na confeção das papas de aveia, panquecas, muffins e bolos como substituto do açúcar. Podemos também utilizar frutas variadas (fresca ou desidratada) como toppings nas papas de aveia, panquecas, pão, ou até, fazer purés de fruta e adicionar num pudim de chia, por exemplo, ou fazer batidos.

O pão Puravita Breakfast inclui na sua composição a combinação de cereais com frutas desidratadas como alperces, sultanas, figos e ameixas. Além de fornecer energia e dar sabor à refeição, torna-a colorida, o que é sinonimo de riqueza em micronutrientes essenciais às funções do organismo.

Outras Dicas

Pontos de Venda

Pontos de Venda

Menu